Tratamento cirúrgico do Glaucoma

Glaucoma é uma doença ocular causada principalmente pela elevação da pressão intraocular que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual. Se não for tratado adequadamente, pode levar à cegueira.

O principal sintoma só aparece quando a doença já está em nível avançado e se caracteriza por perda de visão periférica. Com a evolução do glaucoma, o campo visual vai estreitando progressivamente até transformar-se em visão tubular. Se não houver tratamento adequado, o paciente pode ter perda total de visão, quadro que se torna irreversível.

A visita de rotina ao oftalmologista é extremamente importante para o diagnóstico precoce do glaucoma.

De modo geral, a doença aparece com mais frequência a partir dos 40 anos, mas pode ocorrer em qualquer faixa de idade, dependendo da causa que provocou a pressão intraocular mais elevada.

Quando não há resposta ao tratamento medicamentoso, é necessária a realização de cirurgia antiglaucomatosa.

Na trabeculectomia, é criado no olho, um compartimento para armazenamento do humor aquoso (que se desloca causando pressão ocular). Outra alternativa cirúrgica é a ciclofotocoagulação endoscópica, que reduz a quantidade de líquido por meio de queimaduras na região onde é produzido.