Facectomia com implante de lente intraocular

A Cirurgia de Facectomia é realizada para o tratamento da catarata, lesão ocular que atinge e torna opaco o cristalino. O cristalino é uma lente natural situada atrás da íris. Sua transparência permite que os raios de luz o atravessem e alcancem a retina para formar a imagem. Quando o cristalino se torna opaco, a visão é comprometida.

A catarata pode ser congênita ou adquirida. A principal causa da doença é o envelhecimento. Embora o problema apareça geralmente em pessoas com mais de 50 anos, há casos de crianças que já nascem com a doença (geralmente filhos de mães que tiveram rubéola ou toxoplasmose no primeiro trimestre de gestação).

Outras causas de catarata são diabetes, uso sistemático e sem indicação médica de colírios, inflamações intraoculares e traumas na região dos olhos.

Durante a cirurgia de facectomia, a ponta da caneta do facoemulsificador (um moderno equipamento computadorizado) é introduzida no olho através de um pequeno orifício de 2,5mm. Por meio da emissão de energia ultrassônica, o cristalino é emulsificado (desmanchado) e removido.

A cápsula posterior do cristalino vai então, acomodar a lente intraocular, que tem o grau previamente medido para cada paciente, por meio de exames anteriores à cirurgia.

No passado era necessário o uso de óculos com lentes grossas e pesadas após a cirurgia. Com o uso das lentes intraoculares, os óculos só serão necessários para enxergar de perto e eventualmente para descanso da vista.

Após a cirurgia, é comum que a visão fique um pouco turva, melhorando bastante na primeira semana.

Com um moderno centro cirúrgico e cirurgiões renomados, a Oftalmoclínica Curitiba se tornou referência para cirurgia de catarata na cidade de Curitiba.