Alterações visuais podem indicar problemas em outras áreas do corpo

hdhdjfhkfdj

Para diagnóstico precoce de doenças oculares graves e tratamento adequado de problemas como miopia, presbiopia e síndrome do olho seco, é recomendada visita anual ao oftalmologista.

Porém, além do diagnóstico de problemas na região dos olhos, é comum que uma consulta com o oftalmologista revele doenças que, apesar de não serem oculares, acabam causando alterações na visão. Os olhos estão ligados ao sistema nervoso central e são uma espécie de espelho que reflete a situação do corpo como um topo. É preciso estar atento para que danos irreversíveis na visão sejam evitados.

Listamos alguns quadros clínicos que podem causar alterações visuais:

Colesterol Alto: Nível de colesterol elevado pode ocasionar visão turva repentina.

Derrame: Podem provocar perda súbita de visão. O derrame pode ocorrer também na retina.

Doença autoimune: As pálpebras caídas podem ser um sinal de doença autoimune, condição (onde se inclui o lúpus, por exemplo) que pode causar infeções oculares.

Tireoide: Músculos oculares inchados podem ser consequência do consequência de mau funcionamento da tireoide.

Diabetes: Uma das doenças que mais mata no mundo, pode causar retinopatia diabética, que provoca perda de visão central.

Enxaqueca Retiniana: Perda de visão temporária ou pontos em branco na visão, acompanhados ou não por dor, são sinais deste tipo de enxaqueca, que nada tem a ver com aquela que afeta a cabeça.

É preciso dar atenção a todo o organismo. Qualquer alteração, por menor que seja, deve ser investigada. A prevenção é a melhor forma de garantir uma boa saúde.

0 comentários

Deixe seu comentário